Buscar

24 de setembro de 2017

AGILIDADE CEREBRAL
A necessidade de se manter 
o cérebro em constante atividade.


Para que todo o trabalho de resgate e cruzamento de informações aconteça com eficácia e rapidez, é fundamental que o cérebro esteja com todas as suas sinapses ativas,
e aptas a serem utilizadas.

As informações arquivadas serão evocadas no tempo necessário e circularão com rapidez, auxiliando nas decisões, com maior precisão, eficácia e agilidade.


          Um exemplo dessa prática são ordens simples de movimentos recebidas pelo cérebro, transmitidas ao corpo em forma de movimentos.
É fundamental estimular os dois hemisférios do cérebro, para que trabalhem simultânea e integralmente, o que possibilita a utilização do cérebro de maneira total, em todo o seu potencial para memorização e aprendizado, com velocidade e eficiência.



        
  Várias técnicas oferecem ao cérebro experiências fora da rotina, com grau de desafio crescente, que estimulam o desenvolvimento de novas redes neurais e a produção de neurotransmissores (NT - endorfina, dopamina, adrenalina, noradrenalina, e numerosos outros), que aumentam a qualidade das sinapses (conexão entre os neurônios), ampliando a capacidade de processamento e a reserva cognitiva do cérebro.
Se as conexões não estão “ligadas” corretamente, os dendritos (prolongamentos ramificados das células nervosas que recebem e processam informações através das sinapses) podem atrofiar. Isso reduz a capacidade do cérebro de incluir novas informações na memória, além de dificultar a recuperação de informações antigas.
Assim como os exercícios físicos ajudam a manter e melhorar a forma física, a ginástica cerebral pode ajudá-lo a melhorar sua capacidade mental.

A neurociência comprova a capacidade extraordinária do cérebro de se adaptar e mudar seus padrões de conexões.

Esse é o conceito de NEUROPLASTICIDADE.

Neuroplaticidade é a capacidade do sistema nervoso de mudar, adaptar-se e moldar-se estrutural e funcionalmente ao longo do desenvolvimento neuronal e quando sujeito a novas experiências.



Devemos utilizar todas as técnicas para potencializar a capacidade cognitiva, melhorar a concentração, o raciocínio, a memória, a criatividade, a autoestima, a perseverança, a coordenação motora e a capacidade de resolver problemas de forma criativa e inovadora.

FUNDAMENTAL: APRENDIZADO DO NOVO

Novas atitudes.


Atividades de grupo: 

exercícios físicos, esportes, alongamentos orientados,

trabalhos manuais (pintura, costura, bordado, tricot, todas as produções úteis), 

beneficentes, dança, canto (coral), 

um instrumento musical, ler e interpretar em grupo, viagens, idioma, 

jogos de cartas ou outros (dama, xadrez), grupos de apresentação teatral, 

jogos eletrônicos, entre inúmeros outros.



Não permanecer isolado (a).

Ser útil, querido (a) e necessário.

Queixar-se o mínimo possível.

Agradecer!




·        
Inspirado em Bárbara Rocha, Comunicação SUPERA 




Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARA ENRIQUECIMENTO DESTE TEXTO, ENVIE O SEU COMENTÁRIO OU PERGUNTA.